Destaques

O futuro é o mercado livre, novas aquisições e viabilização de projetos

O futuro é o mercado livre, novas aquisições e viabilização de projetos

Em entrevista à Agência Reuters, Gustavo Ribeiro, Presidente da Ibitu, contou dos planos de possíveis aquisições em operações eólicas e solares da companhia e sobre as negociações avançadas para viabilização de novos projetos de geração. Os empreendimentos devem ser viabilizados por meio da venda da produção futura no mercado livre de eletricidade, onde empresas com grande consumo, como indústrias, negociam diretamente contratos e preços com empresas de energia.

Com relação à comercialização, a estratégia da Ibitu envolve a venda da produção dos projetos por meio de uma comercializadora de energia própria, mas a empresa tem apostado em um modelo diferente do adotado por muitos concorrentes, ao buscar negociações em prazos menores. A Companhia, realizou a emissão de R$ 400 milhões em debêntures, garantindo fôlego para novos investimentos. Ainda assim, há espaço para outras emissões, quando necessário, uma vez que a oferta firme foi na ordem de R$ 1,5 bilhão.

Gustavo também falou com o Canal Energia sobre os seis primeiros meses da Ibitu. No bate-papo, destacou como uma das importantes conquistas da empresa a melhoria na disponibilidade dos ativos de geração, como resultado do Recovery Plan e de ações de engenharia para o mapeamento e gestão de riscos e operação dos parques. Segunda maior player no mercado livre de energia, a empresa segue com foco no desenvolvimento de novos projetos voltados para o mercado livre de energia.

Fontes:
ENTREVISTA-Ibitu Energia avalia aquisições e pode anunciar novo projeto em meses – 21/01/2021 – UOL EconomiaIbitu Energia eleva disponibilidade de ativos a 98% | CanalEnergia

Compartilhe