Destaques

Impacto solar que transforma!

Impacto solar que transforma!

Estar alinhado aos pilares ambiental, social e de governança, ou ESG (Environment, Social & Governance), é a base da nossa estratégia de negócios, o que nos leva a muito além do que, simplesmente, a geração de energia. Nossa contribuição começa por nosso portfólio 100% renovável, dividido entre as fontes hídricas, solares e eólicas que estão distribuídas em 7 estados.

Da mesma maneira, a nossa estratégia de crescimento rumo a um futuro melhor para todos também está orientada nas fontes limpas e renováveis. E um bom exemplo de como estamos investindo para esse futuro é a construção do Complexo Solar Caldeirão Grande 2, que iniciamos em 14 de janeiro. Ele impactará positivamente as comunidades locais e terá uma contribuição significativa para uma matriz energética cada vez mais renovável.

O que é o Complexo Caldeirão Grande 2

Localizado no Piauí, ele é mais uma das nossas grandes contribuições para a matriz energética renovável no Brasil.

Com investimento de cerca de R$ 800 milhões, o complexo está sendo construído em uma área de 430 hectares na Serra da Batinga, distribuído entre 7 parques, e terá capacidade instalada de 213 MWac, o equivalente ao consumo de mais de 280 mil casas brasileiras.

Até o último levantamento, feito no dia 15 de maio, já foram feitos os primeiros ensaios para os projetos de engenharia, medições topográficas, as instalações de canteiro de obras, entre outras atividades iniciais, totalizando cerca de 18% da construção concluída.

Clique aqui e veja como estamos evoluindo na construção do Complexo Solar Caldeirão Grande 2, com imagens exclusivas.

Protegendo o meio ambiente e impactando vidas

O Complexo Solar Caldeirão Grande 2 trará uma contribuição direta tanto para a geração de energia limpa, como para a redução dos gases de efeito estufa (CO2). E os impactos positivos não param por aí.

Para começar, temos a previsão de gerar 900 empregos diretos e indiretos, com o decorrer das obras. E isso é mais um exemplo de como esse investimento vai ao encontro dos nossos principais objetivos como organização que prioriza a transformação de vidas.

Isso porque, como signatários do Pacto Global, uma iniciativa promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU), assumimos o compromisso de seguir os 10 Princípios Universais nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção e contribuímos para a efetivação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Portanto, promovermos impactos econômicos que geram desenvolvimento para a região e por meio de uma iniciativa que protege o meio ambiente, colaboramos diretamente para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
1 – Erradicação da pobreza, 8 – Trabalho decente e crescimento econômico e 10 – Redução das desigualdades, pois estamos promovendo o acesso a recursos econômicos e desenvolvimento da comunidade;
7 – Energia limpa e acessível, que é exatamente o que levamos a todos os clientes, diariamente;
11 – Cidades e comunidades sustentáveis, já que este é o ideal de futuro para a nossa empresa: que possamos viver em nossas cidades de forma sustentável, e em sinergia com o meio ambiente.

Energia solar e impacto para a matriz energética brasileira

Segundo informações da “Global Market Outlook for Solar Power 2022-2026”, lançado na Alemanha, em maio, e que teve coautoria da Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), a fonte solar atingiu a marca histórica de 1 terawatt (TW) potência instalada no mundo. E, o Brasil, hoje, é líder nesse segmento na América Latina, sendo um dos mercados líderes no mundo em instalações de novos sistemas solares em 2021, tendo adicionado 5,7 gigawatts (GW) ao longo do ano.

Atualmente, a energia solar é a quinta maior matriz elétrica brasileira, com 15,3 GW de capacidade instalada no país. E, desde 2012, o setor trouxe mais de R$ 82,1 bilhões de investimentos e evitou a emissão de 22 milhões de toneladas de CO2 para a atmosfera.

 

Somando toda a capacidade das nossas fontes, além da solar, devemos dobrar a nossa potência, expandindo a matriz energética renovável do Brasil e evitando a emissão 2,8 milhões de toneladas de CO2 até 2026.

E esse é o nosso compromisso: queremos transformar vidas e proteger o nosso meio ambiente para as atuais e futuras gerações!

Fontes:

https://canalsolar.com.br/gd-solar-ja-conta-com-1-milhao-de-sistemas-instalados-no-brasil/
https://www.canalenergia.com.br/noticias/53203894/fonte-solar-ultrapassa-14-gw-no-brasil

 

 

 

Compartilhe